Um argumento simples para o marketing de conteúdo

Autor : Luiz de Paiva Luiz de Paiva Marketing de Conteúdo 19 mar 2019.

Pense nesta situação… fictícia mas nem tanto.

Vamos supor que você trabalhe em uma empresa, em algum setor que está selecionando um novo fornecedor para determinado serviço. Por exemplo, um escritório contábil.

Você entra em contato com 2 empresas.

A primeira responde a seu contato com algumas perguntas sobre sua empresa (funcionários, faturamento, etc.) e lhe manda uma proposta detalhada com todos os serviços e seus respectivos custos. A proposta está bem montada e atende a suas expectativas.

A segunda empresa faz as mesmas perguntas, e também manda uma proposta adequada às necessidades da empresa, com custos similares.

No entanto, esta segunda empresa também manda um e-mail adicional com um guia que ela desenvolveu: “10 cuidados que você deve ter ao contratar um escritório de contabilidade“. Também recomenda que visite seu blog, no qual publica regularmente dicas práticas para otimizar seus custos a partir de boas práticas contábeis. Finalmente, inscreve você em sua newsletter gratuita na qual fornece análises de como as mudanças na legislação impactam os resultados da empresa.

Preciso perguntar qual escritório você tenderia a contratar?

Bom, isto é marketing de conteúdo!

Sem precisar forçar argumentos de venda, ou batalhar por preço, uma empresa utilizou uma estratégia de adquirir confiança através de conteúdo útil, não-comercial e aplicável às necessidades do cliente. Esta empresa criou um diferencial estratégico no mercado, e seus esforços de venda acabam sendo facilitados.

Trata-se de criar uma presença online forte a partir de conteúdo para seus clientes, desenvolvendo a confiança e liderança de pensamento. Consequentemente, gerando novos negócios.

E pense um pouco mais… mesmo que o cliente acabe selecionando a primeira empresa por qualquer razão, ele continuará recebendo a newsletter do segundo fornecedor, e provavelmente continuará acompanhando as dicas de seu blog. Ou seja, estará sempre ocupando mindshare de seu mercado-alvo. Na próxima oportunidade que surgir, o nome desta empresa será lembrado.

Se você está pensando nos custos de desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo, tenha o seguinte em mente:

  1. O conhecimento necessário para desenvolver o conteúdo já está dentro de sua empresa, com os especialistas, os técnicos, a equipe de venda e o setor de atendimento ao cliente. Você só precisa criar processos para “extrai-lo”;
  2. Sua empresa pode tomar os primeiros passos em marketing de conteúdo com baixo investimento com iniciativas que sirvam para testar a temperatura da água e começar a adaptar sua cultura de comunicação com o cliente;
  3. Há grande probabilidade de que alguns de seus concorrentes já estejam utilizando marketing de conteúdo em sua estratégia de mercado. Se você não vai inicialmente ser o líder neste aspecto, pior ainda é ficar relegado em segundo plano.

Quais obstáculos você precisa derrubar em sua empresa para começar a trabalhar com marketing de conteúdo?

Autor : Luiz de Paiva

Luiz de Paiva

Empreendedor digital, sócio da Avantta e da Academia do Psicólogo, uma empresa de treinamento online para psicõlogos.

Compartilhe este conteúdo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© Avantta. Todos os direitos reservados. 20